Nos pênaltis, CAP é eliminado da Série D do Campeonato Brasileiro



O Clube Atlético Patrocinense encerrou neste domingo a sua participação no Campeonato Brasileiro da Série D. Em sua primeira participação na competição nacional, o CAP chegou na segunda fase da competição para enfrentar a equipe da Juazeirense, do interior da Bahia, em dois jogos. Depois de perder o primeiro jogo fora de casa, o time patrocinense conseguiu vencer a equipe baiana por 1 x 0 no tempo normal no estádio Pedro Alves do Nascimento.
Como a Juazeirense havia vencido o jogo de ida por 1 x 0, o classificado para as oitavas de final da competição foi conhecido nos pênaltis e quem levou a melhor foi a equipe baiana, que venceu o Clube Atlético Patrocinense nas penalidades por 5 x 4.
Nas cobranças de pênalti, a equipe baiana obteve 100% de aproveitamento, convertendo todas as cobranças. Já o Patrocinense não obteve a mesma sorte, já o que jogador Danielzinho não conseguiu converter em gol a sua cobrança, que foi defendida pelo goleiro da equipe adversária.
No tempo normal, o único gol do Patrocinense foi marcado aos 5 minutos do segundo tempo, quando o atacante Danielzinho sofreu pênalti, que foi convertido pelo meio campista Luiz Fernando, que anotou o seu quarto gol na competição.
Nas oitavas de final do Brasileiro da Série D, a Juazeirense enfrentará a equipe do Iporá, do estado de Goiás, que venceu o União de Rondonópolis por 2 x 0 neste domingo.
Sobre o futuro da equipe Patrocinense, o presidente Maurício Cunha afirmou que o clube vai passar por eleições para definição da nova diretoria.
Texto: Erasmo Claudio/Difusora 95