Deiró Marra; "Se há um Prefeito que faz defesa do Servidor, este Prefeito sou eu"

Fonte: https://www.facebook.com/deiromarra/photos/a.318008391708528/1109278199248206/?type=3&theater


A TÍTULO DE ESCLARECIMENTO E A BEM DA VERDADE

O assunto e sua leitura são importantes. 

''A mais alta autoridade do Poder Legislativo ocupou a tribuna da Câmara (e mandou que se repercutisse no JP), para falar de números da arrecadação municipal, afirmando que “Não tem ‘porque’ não dar o reajuste aos servidores Públicos”. Na entrevista coletiva que concedi na manhã de hoje falei sobre esse tema, fiz algumas ressalvas e esclarecimentos, tendo ao meu lado o Secretário de Recursos Humanos José Maurício Ribeiro.

As informações repassadas pelo vereador Presidente da Câmara são totalmente adversas à realidade. Se há um Prefeito que faz defesa do Servidor, este Prefeito sou eu. 


 Nesses um ano e dez meses de nosso Governo, nós concedemos os uniformes, inclusive os equipamentos de proteção pessoal; todas as cestas básicas foram entregues, com valor reajustado; hoje o Vale Transporte é concedido; diferente de muitas Prefeituras, os salários são pagos regiamente antes do 5º dia útil e em julho foi feita, já pelo segundo consecutivo, a antecipação de 50% do 13º salário de nossos Servidores; herdamos o IPSEM, que é o grande patrimônio do funcionalismo (responsável por pagar as aposentadorias), com uma dívida de R$ 53 milhões e hoje temos um Instituto com mais de R$ 60 milhões em caixa. Não atrasamos um dia sequer o repasse devido ao IPSEM. Isso sim, é que é valorizar o Servidor.

Foi dito pelo Presidente da Câmara que a arrecadação municipal aumentou, triplicou o valor. Essa afirmação não condiz com a verdade. Ele está confundindo orçamento (receita orçada) com receita efetivamente realizada. Repassei a cada membro da imprensa os números transparentes e oficiais, inclusive junto ao TCE, mostrando a diferença entre uma coisa e outra. Para tentar induzir o Servidor, ele (o Presidente da Casa de Leis) foi muito mal assessorado e mal orientado, porque é inadmissível confundir receita orçada com receita realizada.

No ano de 2018, quando ele diz que nós colocamos uma receita de mais de R$ 60 milhões, ele confundiu, repito, previsão de receita com receita tributária realizada. Quem é contador sabe muito bem a diferença. Nós só conseguimos realizar R$ 29 milhões. E é importante dizer que este número está caindo e nós não vamos conseguir chegar a R$ 31 milhões este ano. Ou seja: atingimos 50% do valor orçado. Tudo em função da crise no Estado, que está nos afetando, por falta de repasses. Ele afirma, também, que o Município teve R$ 27 milhões de receitas de contribuições, quando na verdade nós recebemos apenas R$ 4 milhões. 

Quando uma autoridade do porte de um Presidente da Câmara vem a público, é primordial que ele saiba relacionar corretamente com a verdade, sem equívocos, porque a palavra dele tem peso; porque senão fica parecendo que ele quer simplesmente jogar os Servidores Municipais contra a Administração. Ele precisa ter conhecimento e responsabilidade com os números que (equivocadament
e) divulga.
''

Fonte: https://www.facebook.com/deiromarra/photos/a.318008391708528/1109278199248206/?type=3&theater