Mais uma criança é vitima de estupro em Patrocínio




Foto/PC: O casal após ser ouvido pela delegada e ser disponibilizado para a prisão na Penitenciaria Regional.
A Policia Civil – PC de Patrocínio prendeu na noite da última segunda-feira dia 11, na cidade, um ex- detendo de 47 anos por estupro de vulnerável e a sua companheira, uma mulher de 34 anos foi presa por suspeita de conivência. De acordo com informações da Policia Civil, uma enfermeira do Pronto Socorro Municipal acionou a Policia Militar, informando que uma mulher havia dado entrada com o filho de cinco anos naquela unidade. No local, os militares foram informados pelo médico de plantão que a criança apresentava afundamento no crânio e fratura na coluna. Além de uma possível fratura no pé direito e arranhões nos dedos do pé, e sinais de que provavelmente a criança teria sido arrastada. A vítima foi diagnosticada ainda com politraumatismo crânio encefálico e crise convulsiva. O plantonista sugeriu também que a criança possa ter sofrido algum tipo de abuso sexual, devido a lesões encontradas nas partes intimas da criança.  Os militares foram informados que a mãe e o filho haviam viajado de Uberaba para Patrocínio na ultima sexta feira, 09, no intuito de encontrar-se com o referido homem, com quem a mulher estava se relacionando há oito meses. Diante dos fatos a policia deu voz de prisão ao homem identificado como sendo Domingos Alves de 47 anos. Domingos possui passagens por estupro consumado e cumpriu pena de sete anos.
Ainda de acordo com informações o mesmo havia deixado à penitenciária em fevereiro deste ano e que se encontrava em liberdade condicional. Em conversa com a reportagem da Difusora95, a delegada Ana Claudia Passos, disse que ouviu nesta terça-feira dia 12, o casal. Segundo a delegada, o casal confessou o crime. Após a confirmação os mesmos foram levados para a prisão na Penitenciaria Regional Expedido de Faria Tavares.
A criança foi transferida para um Hospital das Clinicas da UFU em Uberlândia onde a mesma se encontra em estado grave, com risco de morte.
Erasmo Claudio/Difusora95