Bandidos explodem caixas eletrônico em agências bancárias SERRA DO SALITRE


Em Serra do Salitre, dia 20, por volta de 03h40min, indivíduos fortemente armados efetuaram diversos disparos contra guarnições policiais que realizavam patrulhamento na cidade, vindo a atingir o militar SGT FERNANDO nos braços esquerdo e direito.

De imediato, a informação foi repassada via rádio e o cerco/bloqueio acionado nas cidades próximas. Viaturas de Patrocínio e Patos de Minas seguiram para Serra do Salitre em apoio.

Os indivíduos continuaram o ataque contra os militares e cercaram a unidade militar e outros pontos estratégicos da cidade, o que impediu transportar o militar para o Pronto Socorro local.

Deste modo, foi necessário deslocar o SGT FERNANDO para a cidade de Patrocínio, onde foi tratado dos ferimentos e sua situação é estável segundo o corpo clínico, contudo houve a necessidade de transferência para Patos de Minas por melhores condições de infraestrutura.

Os disparos prosseguiram por ao menos 15 minutos, sendo utilizados pelos infratores coletes balísticos, balaclavas, e fuzis. Após explodirem as agências bancárias locais evadiram em uma PICK UP TORO, cor roxa e uma FORD RANGER, cor branca, pela BR 262, sentido CAMPOS ALTOS.



Até o momento as informações que temos é que três veículos chegaram a cidade de Serra do Salitre e passaram a distribuir os criminosos em pontos estratégicos próximo aos bancos.

Uma das viaturas de serviço na hora do fato, visualizou um dos veículos e passou a acompanha-lo, ocasião que os autores ao perceberem a viatura passaram a atirar em direção aos militares, momento que o Sargento Fernando notou ter sido atingido.

Os militares recuaram para socorro ao militar e acionaram reforços. O Sargento Fernando foi atingido no braço esquerdo, ficando com um projetil alojado no bíceps, felizmente não atingiu osso, e o militar passa bem, e graças a Deus não terá nenhuma sequela.

As agências do Banco do Brasil e Bradesco tiveram seus caixas eletrônicos e tesourarias arrombados, o valor levado ainda não foi informado.

Os autores após o fato, evadiram sentido a BR 146, tomando rumo ignorado até então.

Vários militares de Serra do Salitre, Patrocínio e Patos de Minas estão ainda no rastreamento.