Prisão de mototaxista ilegal reafirma a importância da legalização do serviço



Na madrugada de hoje (6), durante patrulhamento da Polícia Militar, foi realizada a prisão de um motociclista, que estava realizando o transporte remunerado de pessoas, sem licenciamento. No ato da prisão, segundo informações da Polícia Militar, foi constatado que o condutor não tinha habilitação para pilotar a moto e além disso, apresentava sinais de embriaguez, embora tenha se recusado a realizar de teste alcoolemia.
A notícia revela a importância da regularização do serviço, pois hoje os mototaxistas credenciados, com motos de fácil identificação (as amarelinhas), passaram por um rigoroso processo de credenciamento, com várias medidas de segurança adotadas, inclusive excluindo aqueles mototaxistas que tinham passagens pela polícia ou ficha criminal.
Quem se arrisca no transporte clandestino está sujeito a enfrentar situações semelhantes, onde o prestador de serviços pode ser um criminoso, pode estar alcoolizado como na situação, ou não tenham o treinamento necessário para fazer o transporte de pessoas.
A dica é evitar o transporte clandestino, pois Patrocínio é um dos únicos municípios da região com transporte regularizado, ou seja, motos padrão, mototaxistas treinados e preço tabelado. Isso significa segurança em dobro pra quem utiliza o transporte de mototáxi.
Na dúvida, prefira sempre “as amarelinhas”!