quarta-feira, 14 de junho de 2017

Psicóloga do Creas participa de evento do Programa de Erradicação doTrabalho Infantil

Durante as comemorações do Dia Mundial de Combate do Trabalho Infantil, celebrado no último dia 12, a Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social de Minas Gerais, promoveu no dia oito de junho em Belo Horizonte, o encontro do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). Na oportunidade, técnicos do Peti, dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de 72 municípios do Estado de Minas Gerais, debateram a metodologia de atendimento às crianças e adolescentes e como deve ser feita a utilização dos recursos para as ações do Peti.

Representando Patrocínio, a psicóloga do Creas, Ana Maria Cristina Silva, disse que o encontro foi de extrema importância para o combate ao trabalho infantil no nosso município. “É preciso repensar as formas como entendemos esse problema, temos que refletir que ao contrario do adulto, trabalho não enobrece a criança, mas sim empobrece ela” afirma a psicóloga que diz ainda que  a criança deve estudar e brincar, e que só assim ela pode construir o próprio futuro  “Temos que desconstruir a imagem se tem hoje, para poder construir um futuro melhor para essas crianças” completa.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) estima que hoje cerca de 150 milhões de crianças no mundo, com idades entre 5 e 14 anos, ou quase uma em cada seis crianças nessa faixa etária, estejam em situação de trabalho infantil. De acordo com estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgadas também pelo Unicef, 7,4 milhões de crianças na mesma faixa etária estão no trabalho doméstico, realizado principalmente por meninas.

Asscom – Prefeitura Municipal de Patrocínio