Messi assumirá riscos e deve disputar clássico contra Real Madrid ainda em recuperação

 Lionel Messi está disposto a assumir riscos para poder atuar no clássico do próximo dia 21 de novembro, contra o Real Madrid, no Santiago Bernabeu. Sedento por poder ajudar sua equipe, que vem se virando bem sem a presença do argentino, Messi não deverá cumprir os conselhos do corpo médico do Barça e da Seleção Argentina, que acreditam que um retorno antecipado poderá agravar sua lesão.



Fora desde o duelo contra o Las Palmas, válido pela sexta rodada do Espanhol no dia 26 de setembro, Messi teve de ficar de fora do clássico entre Argentina e Brasil, que acontece nesta quinta-feira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Em 2013, pelas quartas de final da Liga dos Campeões contra o PSG o camisa 10 já havia antecipado seu retorno para ajudar a equipe catalã, abandonando sua recuperação do bíceps femoral.
Lionel Messi demonstra uma nobre atitude ao assumir riscos em prol da equipe, entretanto, sua teimosia não é vista com bons olhos dentro do Barcelona. Sequelas podem surgir após forçar um retorno antecipado, o que agravaria sua lesão e teria de afastá-lo novamente dos gramados por tempo indeterminado, fazendo com que a equipe tenha que continuar se superando sem sua peça chave.
Para participar do clássico, Messi iria ter a oportunidade de realizar apenas dois treinamentos com o resto da equipe, o que é pouco para o craque chegar 100% ao confronto. A projeção do departamento médico era que o argentino voltasse aos gramados na partida contra o Villanovense, pela Copa do Rei, que não exigiria tanto esforço do jogador, e, posteriormente, contra o Valencia, fora de casa, um duelo mais complicado que acontecerá apenas no dia seis de dezembro.


 Gazeta Press