Ladrões roubam mais de 1 milhão de reais no Banco do Brasil em Coromandel MG

Em Coromandel (MG), por volta das 10 horas da manhã desse domingo, dia 5 de julho, um cliente foi ao Banco do Brasil e notou que uma porta estava aberta, momento em que acionou a Polícia Militar que se deslocou até o local e chamou a gerente da agência. 
A porta que dá acesso ao interior da agência encontrava-se aberta. No local, os militares constataram que duas portas estavam danificadas, sendo: uma que se dirigia para a área do cofre central/fundos dos terminais e a outra que dava acesso à sala de monitoramento. Do mesmo modo, a porta de entrada da tesouraria encontrava-se aberta, cujo interior da referida sala é onde fica o cofre central, que se encontrava arrombado, aparentemente com o uso de maçarico, inclusive com barras de estrutura de metal jogadas próximo ao citado cofre.
De imediato fora acionada a perícia técnica, a qual realizou os seus trabalhos. Segundo relato de vizinhos ao estabelecimento foi ouvido sons de pancadas nas paredes por volta de 00h30min, desta data, contudo, não deram muita importância em razão de que, por várias vezes ocorrem reformas naquele estabelecimento.
Todas as portas citadas anteriormente possuíam algum tipo de arrombamento, além da porta dos fundos do local, bem como da porta que leva aos terminais de autoatendimento. Todavia, aparentemente, não houve subtração das cédulas do setor de autoatendimento. Em contrapartida, no cofre central ocorreu a subtração de R$939, 736,54 (novecentos e trinta e nove mil, setecentos e trinta e seis reais e cinqüenta e quatro centavos), valor que segundo os funcionários do referido banco pode sofrer alteração, vez que foram deixadas algumas caixas com várias moedas, bem como, não se sabe se foram deixadas as cédulas com numerário dilacerado.
Na sala da tesouraria, as câmeras de monitoramento foram movimentadas e danificadas, além da sala de monitoramento, da qual é possível perceber que os aparelhos da citada sala tiveram fios específicos cortados.
A gerente do estabelecimento relatou que não teve acionamento de alarme, sendo realizado contato com a empresa que presta esse tipo de serviço à agência, pela própria funcionária.
Um roubo com o mesmo "modus operandis" aconteceu no roubo dos caixas eletrônicos do Santander em Patrocínio (MG) – Leia Aqui.
A princípio não há imagens e pistas que possam levar aos ladrões, que mostraram conhecer bem de tecnologia de segurança.

FONTE : POL