Idoso morre após ser espancado em assalto na zona rural de Patrocínio

ROUBO (SEGUIDO DE MORTE): 


Em Patrocínio, na data de 01 de Julho de 2015, por volta das 11h30min, a Polícia Militar foi acionada e compareceu à Fazenda Serra Negra – Ptc 4848, Zona Rural, onde segundo ligações havia ocorrido um homicídio. 

No local, a vítima, L. H. S., 52 anos, foi encontrada caída ao lado da residência na posição decúbito dorsal em meio a possas de sangue, apresentando rigidez cadavérica. 

O local foi imediatamente isolado até a chegada da Perícia que realizou os trabalhos liberando o corpo para a Funerária de plantão. 

O alarme da residência estava disparado e segundo testemunhas é acionado manualmente. 

Na sala do imóvel havia um fogão sem o botijão de gás com a tampa de vidro quebrada e os estilhaços esparramados pelo chão e em um dos quartos havia um colchão revirado. 

Na cozinha, a geladeira estava aberta com poucos queijos no interior, na varanda um carregador de telefone celular na tomada sem o aparelho. 

Do lado de fora da residência havia um colchão queimado e um pedaço de madeira sujo de sangue entendendo tratar-se da trava da porta da sala e, provável instrumento da ação. 

Segundo a perícia o corpo estava no local há aproximadamente oito horas apos ter ocorrido, apresentava lesão na cabeça, e lesões de defesa nos braços. 

A poucos metros da residência o veiculo Verona LX, de cor verde, placas: GOO-5668, Campo Verde/MT, de propriedade da vitima, estava estacionado com a porta do passageiro aberta, os documentos revirados e caídos no assoalho, com varias roupas masculinas e femininas no porta malas. 

Pelo que pôde ser levantado, do local foram levados: 01 botijão de gás, um aparelho celular de marca não informada e certa quantia em dinheiro.

 Segundo testemunhas uma mulher de cor negra realizava faxina na casa uma vez na semana.  

Documentos pessoais entre: cartões de crédito/poupança, CRLV, carteira de bolso, CPF entre outros foram recolhidos, e um pedaço de madeira sujo de sangue foi apreendido, sendo estes, todos entregues na Delegacia de Polícia Civil. Segue rastreamentos com o intuito de localizar autoria do crime.