Adolescente é morto a pedrada na Serra da Matinha

Em Patrocínio, na data de 01 de Fevereiro de 2015, a sala de operações (SOU) recebeu uma denuncia anônima, informando que havia um corpo de um indivíduo, já sem vida, próximo a uma trilha na Serra do Matinha próximo  uma cruz.

Diante das informações uma viatura deslocou até o local citado, sendo encontrado o corpo, isolando o local, acionando de imediato a perícia técnica.

A vítima foi reconhecida pelos militares, se tratando de DAVID. Foi verificado que o autor utilizou uma pedra grande, desferindo golpes na cabeça da vítima, na testa e na nuca.

 Após os trabalhos periciais, o corpo foi liberado para a funerária.

 Diante dos fatos foi dado inicio às diligências, sendo feito contato com uma testemunha, que informou que DAVID estava em uma festa de aniversário da namorada, e naquela festa estava MATHEUS, que estaria brigado com a vitima.

A testemunha ainda relatou que presenciou DAVID sair do local com MATHEUS e um outro indivíduo, e que depois, mais tarde, MATHEUS retornou sozinho.

 Matheus foi localizado e informou que saiu com DAVID e GERALDO, e foram em um bar, e que entrou para comprar um salgado, e que ao sair DAVID não estava mais naquele local.

Segundo MATHEUS, GERALDO relatou que DAVID teria saído em um veículo. Foi feito contato na residência de GERALDO, que ao avistar a equipe de policiais, ficou bastante nervoso, porém, ambos foram conduzidos para averiguações, juntamente com seus responsáveis legais.

Mais tarde, após conversar com GERALDO, este acabou por confessar a autoria do crime, dizendo que tinha uma rixa pessoal com a vítima, e que o chamou para fazerem uso de cocaína, tendo ambos deslocado para o local dos fatos, relatando ainda, que por volta de 23h00m, pegou uma pedra e desferiu vários golpes na cabeça de DAVID, o arrastando morro abaixo por aproximadamente 7,0 metros, o deixando na posição de decúbito ventral.

GERALDO ainda relatou que foi para sua residência dormir, e que por volta de 03h00m retornou para verificar se a vitima estava mesmo morta, cuspindo em cima do corpo.

Diante dos fatos os infratores foram apreendidos e conduzidos ilesos a presença da Autoridade competente, juntamente com os responsáveis, e a pedra utilizada no crime.