Metade dos animais desapareceu da Terra desde 1970, diz WWF

Pelo menos metade dos animais desapareceu do planeta desde a década de 1970 por causa da expansão humana incontrolável, segundo revelou uma pesquisa realizada pela World Wildlife Fund (WWF). As informações são do The Telegraph.

A WWF anunciou que, entre as populações de mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes houve uma queda de 52% nesses últimos 40 anos. Ainda pior são os números entre as criaturas marítimas, que mostram o desaparecimento de três quartos no mesmo período.

Segundo a ONG, a queda das populações animais se deve, principalmente, pelo desflorestamento, mudança climática e excesso de caça e pesca – tudo isso, realizado pelos homens. Na Grã-Bretanha, por exemplo, 95% das pombas sumiram do mapa local. Outros exemplos de espécies que estão sofrendo sérios colapsos incluem os elefantes na África (pela caça ao marfim) e tartarugas marítimas que teve queda de 80%.

SAIBA MAIS
Elefante tailandês dá show de ginástica rítmica com "fita"
Quênia: filhote de elefante se recusa a abandonar mãe morta
Fóssil de tartaruga com 125 mi de anos é achado em Alagoas
ONG teme surto de compra de tartarugas por estreia de filme
“Nós somos capazes de dizer por que nós perdemos esses animais; nós estamos vendo a perda de seus habitats. Nós sabemos qual o problema e nós somos perfeitamente capazes de consertar isso”, disse Mike Barrett, diretor de Ciência e Políticas na WWF.

Apesar dos números alarmantes e preocupantes, o professor Ken Norris, diretor de Ciência da Sociedade Zoológica de Londres, que atualiza o banco de dados de espécies, disse que “estes danos não foram inevitáveis, mas uma consequência da forma que escolhemos para viver. Embora o relatório mostre que a situação é crítica, ainda há esperança. Proteger a natureza necessita de uma ação focalizada conservação, vontade política e apoio de empresas”.

publicidade

O relatório da WWF “Living Planet” observou 10.380 populações de 3.038 espécies em todo o globo.

TERRA