Grupo suspeito de 20 assaltos é preso após ostentar dinheiro na web



Imagens divulgadas em redes sociais ajudaram a polícia nas investigações.

Operação foi montada e oito pessoas acabaram presas em Rio Verde, GO

A Polícia Civil prendeu oito suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em assaltos em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. De acordo com as investigações, o grupo é apontado como responsável por 20 crimes na cidade nos últimos quatro meses.

Os integrantes foram identificados após postagens de fotos em redes sociais, nas quais apareciam com armas e mostrando o dinheiro e itens roubados.

De acordo com o delegado Danilo Proto, responsável pelas investigações, os suspeitos eram organizados e costumavam divulgar fotos logo após os assaltos. “Eles não faziam o roubo de qualquer jeito, tinham um planejamento, faziam um estudo do policiamento na região, e depois praticavam os crimes. Eles sabiam das rotinas dos funcionários e proprietários, justamente para facilitar as ações criminosas, que depois eram exibidas”, explicou.

Imagens de câmeras de segurança dos comércios também ajudaram a polícia a identificar os suspeitos. Em um dos assaltos, em uma loja, um criminoso aparece usando capacete e entra no estabelecimento com uma arma na mão. Ele anuncia o roubo e chega a encostar a arma em um dos clientes (veja vídeo acima). Pouco depois entra um comparsa e os dois colocam dinheiro e pertences das pessoas em uma sacola e fogem.

Em outro assalto, em uma padaria, o criminoso, também usando capacete, exige da atendente todo o dinheiro do caixa. Ele também recolhe carteiras e celulares dos clientes. As imagens cedidas pela Polícia Civil mostram também o roubo a um posto de gasolina. Na ocasião, dois criminosos chegaram em uma motocicleta, recolheram o dinheiro e fugiram rapidamente.

A polícia montou uma operação para o cumprimento dos mandados de prisão contra os oito suspeitos, capturados após quatro meses de investigação. Alguns foram detidos em casa e outros nos locais de trabalho e apresentados na delegacia na quarta-feira (1º). Eles devem ser indiciados por roubo e formação de quadrilha.

O delegado relatou que outros 40 assaltos registrados na cidade nos últimos meses são investigados. Alguns suspeitos já foram identificados e a polícia aguarda os mandados de prisão para efetuar as capturas.