Artesanato e Stencil Grafite: Mostra de trabalhos dos alunos dos Cras e Casi é elogiada pelo público presente

Teve início nesta terça-feira (21) a exposição artística com as obras dos jovens alunos das oficinas de artesanato e stencil grafite dos Cras e Casi.

“Esse é um momento para apresentar à nossa população um pouco dos diversos trabalhos realizados nas Unidades (Cras e Casi) com as crianças e adolescentes”, explicou o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Eduardo Arantes, enaltecendo toda a equipe da secretaria que se dedica com zelo e carinho às famílias assistidas. “É um trabalho grandioso que tem por objetivo a proteção da família”, enfatizou Eduardo.
A exposição estará aberta ao público no saguão do Centro Administrativo Municipal, de 8h às 17h30, até dia 24 (sexta-feira).
Reunindo várias obras produzidas em materiais diversos (camisas, madeiras, telas, mandalas) a exposição encantou o público pela criatividade dos artistas.
“Ficou lindo. É muito bom saber que nossos jovens estão recebendo incentivo e apoio para se desenvolverem como cidadãos em todos os sentidos”, disse a dona de casa Maria Neuza da Silva, 63, que passava pelo local e se surpreendeu com os trabalhos.
O professor da oficina de stencil grafite Paulo Borges e a professora de artesanato Jorcelina Nunes explicaram que a união dos dois trabalhos culminou neste grande projeto. “Ao unirmos o artesanato com o stencil grafite valorizamos ainda mais os trabalhos”, disse Paulo.
De acordo com o instrutor o projeto não só valoriza o artista, mas promove também uma grande melhoria no ser humano. “Nós percebemos claramente ao longo das aulas a mudança no comportamento do aluno, em sua concentração, na disciplina, no relacionamento com o colega”, reforçou.
Apesar de tímida, a estudante Ludmila Rosa Garcia, 15, que é atendida no Casi não escondia sua satisfação em ver seus trabalhos expostos para todo mundo. “È muito legal. Afinal é fruto de muito esforço e dedicação não só minha, mas de meus colegas e professores”.
Para Cristiane Fernandes, mãe de Jeferson Fernandes de Souza, 7, e Jennifer Aparecida Fernandes, 13, ambos atendidos no CASI, mais do que orgulho, é uma satisfação saber que seus filhos recebem educação, acolhimento e carinho de toda a equipe. “O lugar é tão agradável que meus filhos adoram e frequentam todas as atividades oferecidas. È bom saber que enquanto estou trabalhando eles estão bem cuidados e aprendendo, tendo acesso a música, arte, e tantas outras coisas”.
Durante o lançamento da exposição, foram apresentadas outras atividades oferecidas aos jovens, como as aulas de música e jiu-jitsu.
O professor de jiu-jitsu, Hilton Márcio Silva, elogiou o desempenho dos atletas ressaltando as participações vitoriosas alcançadas nas competições nacionais e regionais.
Para o professor de violão, Marco Antônio Guimarães, através da música crianças, jovens e adultos encontram valores, vocações e realização pessoal. Atualmente cerca de 300 pessoas participam das aulas de violão e flauta nos Cras e Casi.
Exposição
Na próxima semana os trabalhos estarão expostos na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. E na semana seguinte, na Biblioteca Municipal.
Não deixe de ver e prestigiar os jovens.

Postagens mais visitadas deste blog

Neste domingo em Patrocínio aconteceu um mega encontro de praticantes de paintball

Atrações da Expopatrô 2012 está praticamente definido

Comando do Cerrado apresenta esporte novo na cidade