2ª dose: Secretaria Municipal de Saúde explica sobre vacinação contra o HPV


Escrito por Ascom-PMP  

 De acordo com calendário regular de imunização do Ministério da Saúde, a partir deste mês de setembro tem início a vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) em meninas de 11 a 13 anos.


A coordenadora do setor de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Flávia Cristina Silva, esclarece que a vacina já está disponível em todas as Unidades de Saúde e na Policlínica e a partir do dia 9, as equipes de técnicas e enfermeiras irão percorrer todas as escolas (públicas e privadas) tanto da área urbana quanto rural.


Flávia explica que aquelas meninas entre 11 e 13 anos que não foram vacinadas na primeira etapa, ocorrida em março desde ano, deverá receber a sua primeira dose agora. E aquelas que foram imunizadas em março, devem receber a segunda dose da vacina. A aplicação da segunda dose, seis meses após a primeira, é fundamental para garantir a imunização. Sem a segunda dose da vacina, não há proteção.


Para garantir a proteção das crianças contra o câncer do colo de útero – provocado pelo vírus HPV -, elas devem receber três doses da vacina. A terceira dose deve ser aplicada cinco anos após a primeira.


A vacina protege contra quatro subtipos do HPV (6, 11, 16 e 18). Os subtipos 16 e 18 são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero, enquanto os subtipos 6 e 11 respondem por 90% das verrugas anogenitais.
Para receber a segunda dose, basta apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação.


Segundo a coordenadora, na primeira etapa foram realizadas mais de 2 mil aplicações da vacina cobrindo quase 100% das adolescentes aptas a vacinar. A expectativa para esta segunda etapa é atingir os mesmos índices e proteger 100% de nossas adolescentes, reforçou Flávia.