Desacerto em assuntos relacionados as drogas resulta em tentativa de homicídio

Da redação do POL com informações da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros 


Vítima está em estado muito grave segundo PM e Bombeiros. Patrocínio está sem registar homicídio há exatos 3 meses, desde 7 de dezembro de 2013.

Da redação do POL com informações da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros 

De Patrocínio Online, 09/03/2014 12:05:57


Depois de 3 meses sem homicídio na cidade, completados no dia 7 de março, a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros atenderam um tentativa de homicídio, no final da tarde de sábado, 8 de março.  Depois de acionados pelos teledones de emergências (190 e 193), Bombeiros e Policiais Militares compareceram a  uma local, onde há várias residências de fundo na Rua Oscar Rodart nº 630, bairro Santa Terezinha (quase em frente a Igreja). No local encontrava-se a vítima Girley Mariano da Silva, 41 anos, deitado em um sofá. 
Girley, conhecido por "Lei" foi atingido com um disparo de arma de fogo na barriga. A Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros socorreu a vítima semi inconsciente, com intensa sudoresse e  quase em estado estado de hipotermia até ao Pronto Socorro Municipal e depois transferido para a Santa Casa.
Segundo o Sargento Calisto dos Bombeiros o estado da vítima é considerado grave. Até o final da noite de sábado, encontrava-se no bloco cirurgico da Santa Casa.
O comandante de turno da Polícia Militar, Sargento Jean Willian, informou que a agressão aconteceu depois de um desarcerto em assuntos relacionados a drogas, confirmado pela própria vítima Girley Mariano da Silva, 41 anos, conhecido por "Ley" natural de Patrocínio (MG) e uma testemunha.
O autor do disparo a queima roupa,  Márcio Ribeiro Santiago, 30 anos, natural de Porteirinha (MG), conhecido também por "Tim",  encontra-se foragido.
A Polícia Militar continua com os rastreamentos tentando prender o autor em flagrante.

Desacerto em assuntos relacionados as drogas resulta em tentativa de homicídio