Prefeitura de Patrocínio alerta a população sobre cuidados para o combate à dengue


Escrito por Ascom-PMP   

Combate a Dengue

O trabalho de combate à dengue é realizado pela Prefeitura de Patrocínio durante todo o ano. Os Agentes de Combate a Endemias (ACE’s) fazem o monitoramento constante da presença de focos do mosquito Aedes aegpyti nos imóveis e loteamentos de toda a cidade e nas áreas rurais. Durante o trabalho, os ACE’s informam e orientam a população sobre os cuidados para se evitar a propagação do mosquito da dengue: eliminar os locais que acumulam água e servem de criadouro para o mosquito, principalmente nas residências, assim:
  • Pratos de vasos de plantas devem ser preenchidos com areia;
  • Tampinhas, latinhas e embalagens plásticas devem ser jogadas no lixo e as recicláveis guardadas fora da chuva;
  • Latas, baldes, potes e outros frascos devem ser guardados com a boca para baixo;
  • Caixas d’água devem ser mantidas fechadas com tampas íntegras sem rachaduras ou cobertas com tela tipo mosquiteiro;
  • Piscinas devem ser tratadas com cloro ou cobertas;
  • Pneus devem ser furados ou guardados em locais cobertos;
  • Lonas, aquários, bacias, brinquedos devem ficar longe da chuva;
  • Entulhos ou sobras de obras devem ser cobertos, destinados ao lixo ou “Operação Cata-Bagulho”;
  • Cuidados especiais para as plantas que acumulam água como bromélias e espadas de São Jorge, ponha água só na terra.
Outra frente contínua de trabalho se dá através dos mutirões de limpeza que atuam realizando podas e limpezas dos lotes vagos e praças, recolhendo todo o lixo.

Para o coordenador da vigilância epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Gilberto Martins Junior, a postura do município frente à dengue é sempre de alerta, mas é importante observar que o problema está dentro das residências e as ações da Vigilância Epidemiológica precisam da colaboração de todos.

“É um problema que nasce dentro de nossas casas e para acabar com ele, além das ações desenvolvidas pelo poder público, é importante que cada um de nós esteja consciente do que devemos fazer para acabar com o mosquito e, consequentemente, evitar a transmissão da doença”, alertou.

Confirmação de caso. Os últimos dados coletados pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde apontam 3 casos de suspeita da dengue no município, sendo que um caso já foi confirmado. Na região onde há casos suspeitos, é realizada uma ação de bloqueio para impedir a proliferação do mosquito e disseminação da doença em um raio determinado e de segurança, segundo explica o coordenador, Gilberto.

Reforço. Com o recente processo seletivo, a Prefeitura irá contratar mais 25 Agentes para o Controle de Endemias que irão se juntar a equipe atual e reforçar os trabalhos de combate à dengue.

A previsão é de que os novos agentes iniciem os trabalhos até o início de março, segundo explica a coordenadora de gestão de pessoas, Betânia Jaber de Brito. Os mesmos passarão por um treinamento específico que será proferido pela equipe da Superintendência Regional de Saúde Uberlândia para, posteriormente, poderem atuar junto à população.