Esclarecimentos em relação às mudanças ocorridas no transporte escolar:


O Conselho Municipal de Educação foi criado pelo lei Nº 3.100 de 22/12/1997, é composto por 11 membros representantes da sociedade dos diversos segmentos ligados a educação no município, com mandatos de 02 anos. Os conselheiros atuais foram empossados em agosto de 2012 e tem como sua Presidente Lilian Cristina Barbosa, que vem por meio desse, prestar os seguintes esclarecimentos em relação às mudanças ocorridas no transporte escolar:

A nova reestruturação do transporte escolar tem como principais objetivos resolver problemas como a superlotação dos ônibus, o que pode resultar em graves acidentes com os alunos, e o transporte de adolescentes e jovens para as escolas dos quais não são estudantes, evitando assim a violência na porta e dentro das escolas.

Esta situação foi denunciada ao Conselho Municipal de Educação, que promoveu diversos encontros com as autoridades envolvidas com o Transporte escolar para definir estratégias a fim de promover a segurança dos alunos usuários do Transporte escolar. A nova reestruturação feita pelo C.M.E  teve participação de vários segmentos, como Secretaria de Educação, Secretaria de transportes, Policia Militar, Diretores, Superintendência de Ensino, representantes de Pais de alunos, representantes de alunos e Conselho tutelar. Como se observa, vários segmentos foram ouvidos, e somente após muita discussão é que as mudanças foram propostas.

De acordo com a polícia Militar é possível minimizar a violência nas escolas e a evasão de alunos durante as aulas se os mesmos estudarem no próprio bairro onde moram. Isso foi confirmado pelos diretores de escolas que alegaram que é muito mais fácil a identificação dos alunos, e manter um maior contado com os familiares se os mesmos moram no bairro onde estudam.

O Cadastramento escolar que é feito todo ano, é que define a escola de cada  aluno. De acordo com o comprovante de endereço apresentado pelos pais é reservado a cada aluno a vaga disponível mais perto de sua casa. 

Sendo assim, somente alguns casos de alunos que não tem vaga em escolas próximas, necessitam do transporte escolar, e esses terão o transporte garantido.

Essas mudanças estão acontecendo visando uma maior segurança para os alunos e uma maior tranquilidade para os pais. 

Pedimos a compreensão de toda a comunidade com a certeza que estas mudanças são necessárias e nos colocamos à disposição para melhores esclarecimentos. 

Informamos que as mudanças não irão de forma nenhuma prejudicar o direito à educação que é garantida a todos os alunos.

Sem mais para o momento agradecemos a compreensão de todos.

Conselho Municipal de Educação