Em Guimarânia/MG- Usuário de droga com dividas com tráficantes desaparece

Em Guimarânia/MG, dia 27 por volta das 20h25min, um solicitante procurou a PM e relatou que seu irmão Reginaldo Nunes, de idade não declarada, está desaparecido desde o dia 22/06/2013. O irmão do desaparecido relatou que Reginaldo é usuário de drogas e que recentemente teria adquirido uma motocicleta de terceiros e não efetuado o pagamento do veículo. Que Reginaldo provavelmente teria repassado a motocicleta para outros indivíduos para a quitação de uma dívida relacionada à venda de substâncias entorpecentes, que teme que os mesmos tenham o assassinado e sumido com o seu corpo, depois de descobrirem que a motocicleta não era de sua propriedade. Em contato com o vendedor da motocicleta, esse relatou que Reginaldo estava lhe prestando alguns serviços em sua propriedade rural e que realmente lhe teria vendido uma motocicleta Honda/CG 125 Titan de cor vermelha na data de 22/06/2013, sendo que Reginaldo lhe prometeu pagar a quantia de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) quando recebesse o seguro desemprego, que trabalharia para o mesmo até a quitação da dívida, tendo este então lhe entregado a motocicleta na data de 22/06/2013, ficando combinado que Reginaldo começaria o serviço no dia 24/06/2013, segunda-feira, porém o mesmo não retornou mais a propriedade rural. O vendedor da moto ainda relatou que 03 indivíduos o procuraram no dia 24/06/2013, querendo os documentos para transferir a motocicleta e que nesse momento recuperou a posse de seu veículo, ficando sob sua custódia. Após esta visita desses 03 indivíduos, recebeu diversas ligações dos mesmos, exigindo que o ele lhes entregasse a motocicleta. Um dos suspeitos Y.R.S. relatou aos militares que no dia 24/06/2013, Reginaldo lhe vendeu uma motocicleta Honda/CG Titan pelo valor de R$ 3.000,00 (três mil reais), sendo que Y.R.S. e outro suspeito C.H.F. teriam lhe entregado a quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais) cada um, totalizando R$ 1.000,00 (um mil reais), ficando o restante para ser pago posteriormente, que só foi descobrir que a motocicleta não era de Reginaldo, quando procurou o antigo proprietário para transferir o veículo. C.H.F. confirmou a versão apresentada por Y.R.S., e o terceiro suspeito R.K.R.S. não foi localizado, devido o mesmo cumprir prisão no regime semi-aberto. Há diversas denúncias que os 03 cidadãos qualificados como suspeitos estariam ligados ao tráfico de drogas na cidade de Guimarânia, sendo que o que está cumprindo prisão no regime semi-aberto possui antecedentes criminais por formação de quadrilha, tráfico e porte ilegal de arma de fogo. O desaparecido Reginaldo é branco, alto, magro, tem o cabelo curto de cor preta, possuindo estrabismo no olho direito. Diante do exposto foi procedido patrulhamento com o intuito de localizar Reginaldo, porém até o momento sem êxito.