Aos 17 anos, japonês crava marca inédita e vira fenômeno do atletismo


Por GLOBOESPORTE.COM
Hiroshima, Japão 
Com apenas 17 anos, o japonês Yoshihide Kiryu já desponta com uma das maiores promessas do atletismo mundial. Nesta semana, em um meeting regional em Hiroshima, o adolescente igualou o recorde mundial júnior dos 100m ao cravar 10s01em prova eliminatória. O tempo é o menor da história para um atleta nesta idade. O recorde mundial absoluto dos 100m pertence ao jamaicano Usain Bolt, que correu em 9s58 no Campeonato Mundial de Atletismo de 2009, em Berlim.

Yoshihide Kiryu velocista japonês (Foto: AFP)Yoshihide Kiryu celebra o tempo obtido no meeting de Hiroshima (Foto: AFP)

Não bastasse a marca, Kiryu venceu competição com o tempo de 10s03 na final, assumindo a liderança do ranking mundial adulto e quase quebrando o recorde asiático, que é apenas um centésimo mais rápido e que, desde 1998, está em poder do compatriota Koji Ito.
- Foi uma performance incrível, acima da minha expectativa. Mas não estou satisfeito. Vou continuar trabalhando duro para ser ainda melhor - postou Yoshihide Kiryu em seu perfil no Twitter.
O japonês vem sendo tratado como possível atleta a quebrar um recorde histórico. Desde 1968, quando Jim Hines superou os 10s, apenas um atleta não negro conseguiu correr abaixo do marca. Trata-se do francês Christophe Lemaitre, que bateu 9s98 em julho de 2010.
Neste domingo, Kiryu tem um novo desafio. Ele vai correr o Grand Prix de Tóquio com outros três atletas que já superaram a marca dos 10s: os americanos Mike Rodgers e Mookie Salaam, além de Derrick Atkins, das Bahamas.