Polícia registra “estupro” na penitenciária

Uma guarnição da Polícia Militar deslocou até a penitenciária regional Expedito de Faria Tavares onde havia solicitação para ser registrada uma ocorrência de estupro. A vítima seria um sentenciado de 22 anos, natural de Codisburgo/MG que relatou aos policiais que foi obrigado a fazer sexo oral com o autor de 31 anos, natural de Tupã/SP. Ele ainda teria praticado ato de masturbação no órgão genital da vítima, segundo o relatado pelo jovem que se negou a ser conduzido até o pronto socorro municipal para avaliação médica.

Os dois estavam na mesma cela e a vítima disse que caso haja necessidade pediria aos agentes penitenciários para levá-lo até um médico.

Fonte: Dia News

Postagens mais visitadas deste blog

Neste domingo em Patrocínio aconteceu um mega encontro de praticantes de paintball

Atrações da Expopatrô 2012 está praticamente definido

Comando do Cerrado apresenta esporte novo na cidade